Header Ads

Acidente com avião que levava Chapecoense para final da Copa Sul-Americana deixa 76 mortos; 5 sobrevivem

Equipe da Chapecoense


Um avião que transportava o time de futebol da Chapecoense caiu na madrugada desta terça-feira na Colômbia, para onde a equipe viajava para disputar a final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional de Medellín.

Oitenta e uma pessoas estavam a bordo, entre jogadores, jornalistas e tripulantes.

A Polícia do Departamento (Estado) de Antióquia, informou à agência de notícias Reuters que 76 pessoas morreram e cinco sobreviveram.

Entre os sobreviventes confirmados estão os goleiros Danilo e Follmann, o lateral Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel, assim como uma aeromoça, identificada como Jimena Soarez.

O mau tempo na região torna mais difícil o trabalho de resgate, que foi suspenso nas últimas horas por causa da forte chuva.



O avião partiu-se em três pedaços. O local da queda, a cerca de 50 quilômetros da cidade de Medellín, no Departamento (Estado) de Antióquia, é montanhoso e de difícil acesso.

Mais cedo, o prefeito da cidade de Medellín, Federico Gutierrez, informara à agência de notícias France Presse que 25 pessoas tiveram a morte confirmada e que ao menos cinco pessoas haviam sido resgatadas com vida.

O avião, um RJ85 da companhia boliviana Lamia, com 17 anos de uso, havia feito uma escala em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, e seguia para Medellín.

Segundo um comunicado do Aeroporto José María Córdoba, de Medellín, a tripulação comunicou uma emergência por "falhas elétricas" por volta das 22h15 locais (1h15 de Brasília).



CLIQUE AQUI e leia a matéria completa.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.